Todos os seres viventes têm o instinto de defesa própria contra seus inimigos. Mesmo uma pequena criança, quando alguém ameaça bater em sua cabeça, imediatamente tenta proteger-se cobrindo sua cabeça com suas mãos e braços. Esta reação involuntária é um reflexo instintivo de auto-defesa. Conseqüentemente, é natural acreditar que os elementos que compõem a arte do "Karate" evoluiram destes nossos instintos, combinando-se um a um, num processo que começou com o início da humanidade.

No "karate-Do Goju-Ryu", tentamos cultivar a natureza humana ideal: a união do físico e do espírito.

A princípio, no caminho da estratégia, havia o conceito "vencer", porém, vencer através da virtude como objeto único. Por isso, qualquer um que aspirasse este caminho não deveria esquecer o caráter "nin" (resistência e paciência). Elevar sua própria virtude, dominar e/ou dirigir a vitória sem luta e buscar o único segredo.

Apresentamos a seguir uma seqüência de técnicas e "katas" com a "Sensei" Lucia, na forma curta e longa, onde os "bunkais" são demonstrados na sua forma real e letal, dentro dos "katas".

Essas técnicas são apenas alguns dos caminhos contidos no "Karate-Do", que devem ser transmitidas apenas para alunos a partir dos 14 anos de idade, devido ao alto grau de complexidade, com efeitos letais, não sendo, por essa razão, usada no "Shiai Kumite", como competição e sim somente no "Hatachi Ai Kumite" (técnica de luta decisiva).

"Kokyu Ho" - Respiração
"Sanchin" - Força
"Tensho" - Flexibilidade
"Semete" - Ataque
"Ukete" - Defesa
"Gekisai dai ichi" - Derrubar com um potente golpe.
Exercícios formais de mão aberta.
"Bunkai" - Aplicação
Rua do Orfanato, 104 - Tels: 2068-5725 | 3578-3070 | 8135-5436 contato